User: MBruno77   Last Game: Leões Verdes... nunca se dão por Vencidos - Huragan Kajkowo  2 - 1  Next Game: 2019-06-26 21:55 Leões Verdes... nunca se dão por Vencidos - The Legendary 7.40 Falstaff Bill 27-06-2019 00:58   
  Menu

[Team...]
Homepage
Jogadores
Classificação
Estádio
Transferências
Marcadores
Em Construção

[Games...]
Anteriores
Próximos
Último
Em Construção

[Fans...]
Claques
Adepta
Adepto fanático
Adepa fanática
Em Construção

[history...]
História
Hino
Por que jogamos
CarlsbergCup
Troféus Site
Em Construção

[Tips...]
Funcionalidades
Rating
Treinos
Em Construção

[Community...]
News
Tourism
Challenge
Guestbook









  Adepta


  O Futebol visto por uma adepta…

  Artigo elaborado pela melhor adepta que conheci até hoje... parabéns está excelente obrigado.

  Sendo o mundo de futebol constituído, maioritariamente, por elementos do sexo masculino, falar-vos-ei, hoje, do desporto, particularmente do futebol, visto por mulheres.
  Quer queiramos quer não nós, as mulheres, já nos integramos e já fazemos parte do que, até há pouco tempo, consideravam ser um desporto exclusivamente para homens. Contudo, não é menos verdade se eu afirmar que Eles não nos olham de igual modo. Embora vivamos numa democracia em que homens e mulheres possuem os mesmos direitos e deveres, a desigualdade e o preconceito ainda se verificam numa sociedade com uma mentalidade retrógrada, onde o conceito ‘machismo’ ainda prevalece.
  Desde sempre, o sexo feminino foi discriminado, no entanto, com o passar dos séculos e com a evolução do pensamento, as mulheres foram-se impondo cada vez mais num universo até então gerido, unicamente, por senhores (apesar de continuarem a existir países mais conservadores e reaccionários onde tal situação ainda se verifique largamente).
  Mas não quero falar de história nem entrar numa ‘guerra dos sexos’, já mais que discutida e batalhada, mas para a qual nunca se encontrou uma conclusão ou resposta lógica.
  Pois bem, não é preciso ir muito longe para se observar que, actualmente, recorrem aos estádios não só adeptos como também – e em número já significativo – adeptas. E agora pergunto: Serão elas menos importantes? Não darão força e apoio à equipa da mesma forma por possuírem uma voz com um timbre mais agudo? Gostarão menos de futebol ou amarão menos o clube por não terem testosterona?
  Desde quando é que os gostos se relacionam com o sexo?
  Para ser mais concreta na minha análise quem não se lembra da bancada Norte totalmente lotada quando a nossa equipa abriu as portas para Elas? E quem não se recorda do coro incisivo, por elas formado, em manifestação da sua presença e apoio?
  Saindo um pouco do continente, quem não tem conhecimento da claque do Nacional da Madeira formada apenas por mulheres? O mérito e diferença, esses, ninguém lhos tira.
  Na nossa equipa há, em praticamente todas as outras modalidades, equipas masculinas e femininas. Mesmo em voleibol ou basquetebol aptidão e talento é o que não falta às nossas jogadoras.
  Há que acabar com o estereótipo de que este ‘mundo’ não é nosso.
  Respeitem-nos como amantes do desporto, deixem-nos falar e dar a nossa opinião, comentem connosco pois também somos capazes de discutir lances técnicos e, acima de tudo, aceitem-nos como vossos semelhantes !
  E, especialmente, numa cidade como a nossa, em que a nossa equipa está enraizada desde tempos memoráveis no seio e na cultura deste povo, o estranho seria se esta mística não se estranhasse comummente em todos nós!
  Só para finalizar quero apenas esclarecer que esta crítica (se assim o quiserem designar) não se aplica, evidentemente, à totalidade dos homens. Foi apenas uma generalização de algo que frequentemente acontece. Agora, cabe a cada um interpretar a mensagem da melhor maneira possível.